Av. da Saudade, 535, sala 80.

Jd. Bongiovanni - Presidente Prudente - SP

Para marcar Consultas, Constelação e outras informações envie um Whatssapp para (21) 98123-5403

© 2018 Todos os Direitos Reservados - Daniela Ervolino

  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Google+ ícone social
  • Facebook ícone social
  • Spotify ícone social
  • SoundCloud ícone social
  • Twitter ícone social
  • Vimeo ícone social
  • YouTube ícone social

Hipnose

A Hipnose Clínica é uma Técnica antiga e super eficaz, nada tem haver com as "hipnoses de palco"que vemos em programas de TV, ela é apenas um estado relaxado, onde há uma atenção concentrada no objetivo da hipnose, onde os "macaquinhos"de nossa mente, ou seja, a profusão involuntária incessante e constante de pensamentos que temos em nossa mente se acalmam e permitem que nossa atenção tenha um único foco.

Fazer Hipnose é algo muito prazeroso e relaxante, pois, durante o processo hipnótico nossas ondas cerebrais alcançam a mesma frequência, menos acelerada, de um sono profundamente reparador.

Jamais um paciente sob hipnose irá fazer algo que seja contra seus princípios, a hipnose clínica tem como função ajudar o paciente em suas conquistas pessoais e nunca em controlá-lo ou constrangê-lo. 

​É natural que se tenha a idéia de que fazer hipnose é estar totalmente sob o controle do outro e ficar inseguro quanto ao seu uso, mas pense bem... se fosse tão fácil controlar as pessoas através da hipnose, seria muito fácil acabar por exemplo com as guerras no mundo não? bastaria hipnotizar os responsáveis pelos ataques.

 

Muito se fantasia sobre a hipnose, mas a verdade é que ela é uma técnica que possibilita relaxar nossas defesas com segurança, essas defesas que nos impedem de ter acesso a estruturas mais profundas da nossa psiquê, que são importantes para o processo terapêutico, a hipnose não faz milagres, mas enriquece o trabalho terapêutico que tem como objetivo tornar a vida das pessoas melhor.

A Hipnose é reconhecida e autorizada pelo Conselho de Psicologia há anos, e não configura uma Terapia por si só, mas uma poderosa ferramenta no Processo Terapêutico.